Departamento Pessoal

Horas extras no sábado: entenda quais são as regras e como calcular

junho 26, 2019
Homem fazendo horas extras no trabalho
Tempo de leitura 5 min

O expediente de um trabalhador, normalmente, é de 8 horas diárias e 44 horas semanais. No entanto, quando ele excede essa carga horária é considerado como hora extra. Mas, e o sábado? Como funciona? Muitas pessoas têm diversas dúvidas, principalmente no que diz respeito ao universo da hora extra no sábado.

Em primeiro lugar, saiba que a hora extra acontece somente quando o colaborador ultrapassa a carga horária prevista na sua carteira de trabalho. Confuso? Não se preocupe! Com este post, você aprenderá tudo sobre o assunto. Vamos lá?

Entenda como funciona a hora extra no sábado

Muitas pessoas pensam que o simples fato de trabalhar no sábado já deve ser categorizado como hora extra. No entanto, esse dia da semana pode ser considerado um dia útil para muitas empresas, normalmente, bancos, escolas e outras instituições públicas costumam não trabalhar neste dia.

Por exemplo, imagine que um colaborador trabalhe 8 horas de segunda a sexta, totalizando 40 horas (8 x 5 = 40), certo? Ou seja, ainda restam 4 horas a serem cumpridas. Por isso, normalmente, as organizações optam por trabalhar no sábado. Somente assim, o colaborador trabalha as 44 horas previstas no regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

Nesse caso, se o colaborador trabalhasse das 8 ao meio-dia, ele não estaria fazendo hora extra. Ele estaria apenas cumprindo a sua carga horária normal de trabalho. Portanto, a hora extra é caracterizada quando o colaborador excede a sua carga horária (ou seja, trabalha mais do que 44 horas semanais).

De acordo com o artigo 59 da CLT, o colaborador pode trabalhar até 2 horas extras por dia, desde que tenha acordado isso com a empresa de uma forma individual ou no formato de uma convenção coletiva.

De acordo com a legislação, as empresas precisam pagar um salário mínimo (ou o piso da categoria) e as horas extras quando o colaborador trabalha mais do que 40 ou 44 horas na semana.

Ah! Vale ressaltar que a lei não exige nenhum tipo de bonificação para quem trabalha nos finais de semana.

Saiba como calcular a hora extra no sábado

Para saber como calcular a hora extra no sábado, em primeiro lugar, é necessário conferir o valor do salário-hora do colaborador. Para isso, divide-se o valor do salário mensal pelo total de horas trabalhadas no mês.

Por exemplo: imagine que um colaborador receba R$ 1.498,20 e trabalhe 220 horas no mês. O valor da sua hora é de R$ 6,81 (1.498,20 / 220 = 6,81). O percentual de hora extra é de 50%, então, é preciso pagar o valor da hora mais 50%.

Nesse caso, seria R$ 10,21 (6,81 + 50% = 10,21). Dessa maneira, o valor da hora extra desse colaborador seria de R$ 10,21. Assim, se ele fez 4 horas a mais naquele mês, ele ganha R$ 40,84 como hora extra na sua folha de pagamento (4 x 10,21 = 40,84).

Vale ressaltar que citamos o exemplo de 50% sobre o valor da hora extra porque esse é mais comum. No entanto, o valor da hora extra pode chegar até 200%. Por isso, é preciso conferir a porcentagem com o sindicato da categoria da empresa.

Entenda algumas regras adicionais

Além de saber como calcular a hora extra no sábado, é preciso ter atenção com as regras adicionais. Continue a leitura e veja algumas dúvidas respondidas sobre o assunto!

Como funciona quando cai um feriado no sábado que o colaborador fará a hora extra?

Quando o colaborador faz hora extra no sábado e esse dia cai em um feriado, o valor da hora extra deve ser 100%. Isso acontece devido à Lei do Repouso Remunerado, que afirma que ao trabalhar no feriado, o colaborador precisa receber a remuneração em dobro ou trocar por um dia de folga.

Como funciona o adicional noturno para hora extra?

Se o colaborador faz a hora extra nos períodos das 22 horas às 5 horas, a empresa deve pagar um valor diferenciado pois esse período é categorizado como adicional noturno.

Para fazer o cálculo não é difícil: é necessário acrescentar 20% do valor total do salário-hora pela hora noturna e somente depois disso calcular os 50% da hora extra.

Ainda seguindo o exemplo do item anterior, imagine que o colaborador ganhe R$ 6,81 por hora. Assim, o valor da sua hora extra com o adicional noturno seria de R$ 12,25 porque: 6,81 + 20% = 8,17 + 50% = 12,25. Fácil, não é mesmo?

Veja como um sistema de gestão de RH ajuda a otimizar o controle e o cálculo de hora extra

Imagine que a sua empresa tenha 50 colaboradores e que, em um determinado mês, foi necessário trabalhar nos finais de semana e em horários que categorizam como adicional noturno. Certamente, fazer esses cálculos de forma manual ou utilizando sistemas de planilhas manuais (como o Excel) seria muito trabalhoso, você concorda?

Por isso, saiba que a melhor opção é otimizar o sistema de cálculo e também controle de horas trabalhistas. Isso porque o software calcula automaticamente o salário e as horas dos funcionários. Assim, você evita erros de digitação, atenção e ainda tem a certeza de que está cumprindo a legislação vigente.

Além disso, o sistema registra todos os pagamentos com hora extra, evitando problemas e processos trabalhistas. Afinal, nada pior do que receber uma intimação e pagar multa devido a um problema com o pagamento de determinado colaborador, não é mesmo?

A hora extra acontece quando o colaborador excede 8 horas diárias ou 44 horas semanais de trabalho. Por isso, muitas empresas têm diversas dúvidas sobre como funciona a hora extra no sábado. Por isso, neste post, apresentamos quais são as regras e como fazer o cálculo sem erros.

Você gostou do nosso material? Agora que você aprendeu como calcular a hora extra no sábado, que tal aprofundar os seus conhecimentos nesse mesmo assunto e conferir como o ponto digital pode ajudar a empresa a economizar? Boa leitura e até o próximo post!

Registradores de Ponto para empresasPowered by Rock Convert

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário